Kaleidoscópio Literário
                                a expressão de Kathleen Lessa
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


                   
                   
PARA PÉRICLES


                                                 PÉRICLES



           A existência se conta em intensidade
           ainda que se busque a longevidade.
           Até quando veremos a luz?
           Quando o último suspiro?
           A viagem, mesmo sem malas prontas?
           Quem ficará a nos prantear?
           O que foi feito ou ficou por fazer? 
           Que certezas vingarão entre suspeitas?
           Que sinais impressos nos herdeiros?
           Que coração sempre ouvirá nosso nome?



           A vida é o que se consegue ser e realizar,
           Não são as vontades e cogitações.

           
           Sob brutos demônios, 
           inconformados e desesperados,
           veem-se as asas 
           de pueris anjos fosforescentes,
           os pés descalços e travessos
           de crianças sobre a grama.
           Sonham pomares,
           navegam às velas do vento,
           cavalgam rumo ao futuro,

           cobrem-se com o pôr do sol,
           dormem sob estrelas,

           ouvem o sussurro de Deus.

           No livro aberto dos dias,
           nos versos de dor e alegria,
           a vida e seu contínuo adeus.



,
27/11/2015
                  Kathleen Lessa
KATHLEEN LESSA
Enviado por KATHLEEN LESSA em 06/12/2015
Alterado em 13/12/2015

Música: "Dream Baby Dream" - Bruce Springsteen

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Os textos da autora têm registro no ISBN. Plágio é crime.