Kaleidoscópio Literário
a expressão de Kathleen Lessa
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Livro de Visitas Contato Links
Textos

    Meu amor mestiço,


O único beijo que eu queria ganhar hoje era o teu...
O único abraço...
As únicas flores...
Os únicos versos...
O unico olhar e lembrança, o teu...
Tudo de ti.
Nada veio.
O telefone não tocou.
O carteiro passou e nada me trouxe...

Há um ano, neste mesmo 14, chegava-me um cartão da tua cidade com uma única e intensa frase:
"Eu te amo.
Teu poeta .... ".

Como me senti jovem, bonita, feliz, recompensada e esposada com aquela frase ali escrita, indelévil para toda a eternidade!
Como cri nas tuas palavras e me senti amada!

Hoje o cartão repousa na gaveta do meu criado-mudo.
Beijo a frase muitas vezes... aliso sua caligrafia.
Como eu, ela também espera que um dia... talvez...
Vou?
Vens?
Foi mentira o que escreveste?

Não sei se lês meus bilhetes, se pensas de vez em quando em mim, o porquê desse silêncio e afastamento.
O coração sangra, o amor explode e mostra-se na minha pele, na minha alma!
Conversaremos só daqui a 10 anos, meu bem?
Outra vez você nos 10?
Aniversário desbotado...

Envio-te um cartão, telepaticamente, com a São Paulo que te prometi mostrar:
"Eu te amo!
Tua belíssima K.".



São Paulo, 15 de novembro de 2009



 
  imagem: "Flaming June" (de F.Leighton  séc. XIX)
    Juno é esposa de Júpiter e rainha dos deuses.
KATHLEEN LESSA
Enviado por KATHLEEN LESSA em 15/11/2009
Alterado em 09/07/2011
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Os textos da autora têm registro no ISBN. Plágio é crime.